+ Notícias

  • Crédito: Getty Images Sports

    Kuechly e Gates encerram a carreira com grandes chances de serem eleitos para o Hall da Fama

Kuechly e Gates anunciam aposentadoria

Linebacker se aposenta antes dos 30 anos, enquanto tight end sai da liga rumo ao Hall da Fama
Por: Redação - 15/01/2020 01:54:25

A terça-feira (14) da NFL ficou marcado pelos anúncios de aposentadoria. O tight end Antonio Gates foi o primeiro a anunciar sua retirada dos gramados, mas o pronunciamento do linebacker Luke Kuechly pegou o mundo do futebol americano de surpresa.

Kuechly sai da liga com sete seleções seguidas para o Pro Bowl e cinco como primeiro time do All-Pro, além de ser o Calouro Defensivo de 2012 e o Defensor do Ano de 2013 e ter 1082 tackles e 18 interceptações em sua carreira.

“Existe apenas uma forma de se jogar desde que eu era criança. Rápido, físico e forte. Nesse momento, eu não sei se sou capaz de fazer isso mais e isso é a parte mais difícil. Eu quero continuar a jogar, mas não sei se é a decisão certa”, explicou Kuechly.

O linebacker ainda não especificou o motivo de sua aposentadoria. Mas o atleta já perdeu dez jogos na carreira por concussão, sendo esse um medo crescente entre os atletas. Kuechly tinha um contrato de mais dois anos com o Carolina Panthers.

Kuechly se junta a uma lista que conta com Andrew Luck, Rob Gronkowski, Calvin Johnson e Patrick Willis, todos estrelas da liga, mas que se aposentaram do futebol americano com 30 anos ou menos.

Já Gates encerra uma carreira de 16 anos na NFL, tendo atuado de 2013 a 2017 pelo Los Angeles Chargers, voltando da primeira aposentadoria em 2018 e ficando até o final desta temporada.

Gates foi um jogador de basquete na Universidade de Kent State, chegando na NFL como um agente livre não draftado. Tendo como quarterbacks Drew Brees e Philip Rivers, o tight end quebrou diversas marcas na carreira.

Cinco vezes do primeiro time All-Pro, Gates recebeu 116 touchdowns, sendo o primeiro na lista de tight ends e o sétimo na lista geral, 81 recepções abaixo de Jerry Rice. Além disso, Gates terminou em 17º em recepções totais (955) e 29º em jardas recebidas (11.841).

A parceria com Rivers rendeu 89 touchdowns, sendo esse o maior número entre um quarterback e um tight end na liga e o segundo maior em qualquer alvo e quarterback dentro da NFL.

O proprietário dos Chargers, Dean Spanos, fez um pronunciamento sobre a importância de Gates para a franquia e também para a NFL.

“Antonio não é apenas um dos maiores Chargers a jogar esse jogo, mas é um dos maiores jogadores da história da NFL. Ele é o melhor da história em sua posição e já pode começar a planejar sua cerimônia de introdução ao Hall da Fama em Canton”, declarou Spanos.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade