NFL - Temporada regular

  • Crédito: Getty Images Sports

    Rivera foi eleito Técnico do Ano em 2013 e 2015, levando os Panthers ao Super Bowl 50

Ron Rivera é demitido

Série de quatro derrotas consecutivas e ausência dos playoffs em anos seguidos pesaram na escolha
Por: Redação - 04/12/2019 12:41:09

Um dos técnicos mais longevos da NFL terá que procurar um novo emprego. O Carolina Panthers anunciou nesta terça-feira (4), que Ron Rivera não faz mais parte da comissão técnica da equipe após quase completar nove anos no comando dos Panthers.

O técnico da secundária Perry Fewell será o treinador até o final da temporada, enquanto Norv Turner será alçado como assistente principal, enquanto Scott Turner assume a vaga de Norv como coordenador ofensivo.

O proprietário dos Panthers David Tepper emitiu uma nota agradecendo os serviços prestados por Rivera a sua equipe.

“Eu acredito que essa foi a melhor decisão para o longo prazo do nosso time. Tenho grande respeito por Ron e suas contribuições para a franquia e nossa comunidade e desejo tudo de melhor para ele. Começo imediatamente a busca por um novo treinador”, explicou Tepper.

Rivera conseguiu em quase nove anos superar John Fox como o principal técnico da história dos Panthers, sendo eleito Técnico do Ano em 2013 e 2015, além de levar Carolina para o Super Bowl 50. O treinador encerrou seu ciclo com o recorde de 76-63-1.

Mas as últimas temporadas dos Panthers foram marcadas pelas lesões de Cam Newton, o que deixou a equipe fora dos playoffs por três vezes nos últimos quatro anos. Para Tepper, o próximo treinador deve ter um misto de rigidez com inovações táticas.

“Nossa visão é encontrar um técnico que junte a disciplina e força da velha guarda com a inovação nos processos. Nós também vamos mudar nossa estrutura organizacional, contratando um assistente de general manager e um vice-presidente de operações. Isso é um primeiro passo para construirmos e mantermos uma cultura vencedora aqui”, finalizou.

Já Rivera ainda deseja permanecer na NFL e declarou em entrevista coletiva que irá esperar a temporada se encerrar para começar a pensar em novos projetos.

“Ser um técnico é mais do que determinar uma defesa 3-4 ou 4-3. É sobre liderar homens, em tempos bons e ruins. Agradeço a todos que já treinei por confiarem a mim suas carreiras. Agora tenho quatro semanas de folga, mas ainda quero trabalhar. E sendo honesto, estou muito ansioso”, completou Rivera.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade