+ Notícias

  • Crédito: Divulgação

    Disney e Amazon disputam pacote de transmissão da NFL.

NFL quer aumentar oferta de streaming

Liga negocia os direitos do Sunday Ticket com Disney e Amazon
Por: Redação e assessorias/MKT Esportivo - 29/04/2019 08:53:28

A NFL mantém conversas com a Disney e Amazon para negociar os direitos do Sunday Ticket, um pacote de transmissão fora de mercado que transmite jogos da temporada regular e que não está disponível para afiliados locais. De acordo com a NBC News, o início das negociações foi motivado por um posicionamento adotado pelo comissário da liga, Roger Goodell, que externou o interesse de negociar o ativo e colocar fim ao contrato de exclusividade mantido com a DirecTV, de propriedade da AT & T.

O canal renovou seu acordo pelos direitos do Sunday Ticket em 2014 até 2022. No entanto, uma cláusula contratual permite que a NFL passe a negociar com outros players a partir deste ano. O objetivo da liga de futebol americano é conseguir uma oferta de streaming abrangente, que inclua um determinado número de partidas e conteúdo premium.

Vale lembrar que a Amazon já oferece no seu Prime Video o Thursday Night Football, enquanto a Disney busca ampliar a oferta do ESPN+ visando atrair cerca de 12 milhões de assinantes até 2024.

Especula-se que a decisão de Goodell esteja ligada ao fato de que a AT & T retirou recentemente os canais NFL Network e Red Zone de suas plataformas U-verse TV e DirecTV OTT. Logo após este movimento, o comissário concedeu uma entrevista ao portal Bloomberg afirmando que a liga está buscando maneiras de “mudar a entrega” de seu Sunday Ticket. Ainda assim, o executivo deixou claro que não quer encerrar sua parceria de 25 anos com a AT & T, apenas mudar a entrega para que a DirecTV deixe de ter exclusividade sobre o pacote.

“Embora a NFL continue comprometida em negociar acordos renovados em termos justos e equitativos, a AT & T não está disposta a participar ativamente. Temos uma longa história de trabalho com nossos parceiros de distribuição para chegar a acordos justos. Infelizmente, no que se refere à AT & T, nunca ouvimos uma palavra deles até que a NFL Network e a NFL Red Zone foram retiradas dos seus serviços”, declarou Goodell.

Apesar dos panos quentes, a NFL fechou uma parceria de dois anos com a Verizon, principal concorrente da AT & T, para explorar as diferentes maneiras pelas quais a tecnologia 5G pode ser usada para aumentar o engajamento dos fãs.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade